Filiado à

NOTA DE REPÚDIO À FALA DA CIDADÃ RAYANNE DE PAULA 1

NOTA DE REPÚDIO À FALA DA CIDADÃ RAYANNE DE PAULA

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica de Três Lagoas e Selvíria vem a público repudiar veemente a fala da cidadã Rayanne de Paula, por meio de uma série de vídeos em seu Instagram, que nesta última segunda-feira (5) agrediu a nossa entidade sindical, que representa os profissionais da educação há mais de 42 anos no município de Três Lagoas.

Por meio desta nota pública, convidamos Rayanne de Paula para conhecer a nossa atuação na defesa dos direitos dos trabalhadores em educação e dos alunos da educação pública.

Também gostaríamos Rayanne, que você conhecesse a realidade de uma escola pública e comprovasse pessoalmente se existem condições de biossegurança, distanciamento, entre outros fatores, para que os profissionais da educação, crianças e adolescentes não se contaminem.

Além disso, agradecemos a “solidariedade”, “sensibilidade” e “empatia” que a senhora está tendo com a nossa categoria, no momento em que temos colegas indo a óbito e internados por conta da COVID-19, em um cenário de colapso do sistema hospitalar.

Números e curva de contágio, com certeza, não são importantes para você, pois nos chama de “preguiçosos”, “hipócritas” e nos acusa de não querer trabalhar e “mamar na teta” do governo municipal, sem ao menos saber que, de uma hora para outra, tivemos que virar “youtubers”, usar nossos celulares e computadores de casa, pois não temos tecnologia disponível nas escolas e CEIs para aulas remotas. Muitas vezes usamos nossas impressoras para levar atividades e provas para nossos alunos que se quer possuem acesso à internet, devido a sua condição social.

Queremos ressaltar também que, apesar de não sermos responsáveis  pela alimentação e proteção das  crianças, ainda sim nossos profissionais administrativos cumprem horário  nas unidades de ensino para distribuir kits de alimentação escolar durante a pandemia,  assim como nossos  professores, coordenadores, especialistas e diretores também estão disponíveis nas unidades para atendimento interno.

Nós também não gostaríamos de estar trabalhando remotamente, queríamos estar nas escolas, devidamente vacinados, que é o nosso lugar, com nossos alunos e rotina, porém somos educadores, defensores da ciência e seguimos firmemente o posicionamento das organizações de saúde.

O mundo está sofrendo o suficiente para, infelizmente, vermos pessoas negacionistas ofendendo milhares de trabalhadores em educação e crianças, que estão em uma só voz, pedindo pela vacinação para retomarem a sua rotina.

Antes de tirar conclusões precipitadas, conheça a realidade de nossas unidades de ensino e a nossa batalha constante por direitos. Saiba mais sobre como lutamos para termos as mínimas condições de ensinar os filhos dos trabalhadores de nosso município. Quando agride dessa forma uma categoria, responsável pela educação de uma sociedade é porque não conhece de fato o que é ensinar na rede pública e o que é batalhar constantemente por justiça social.

Para terminar, nosso trabalho é transparente, nosso sindicato está aberto para que venha nos conhecer e talvez, dessa forma, mudar sua opinião de “senso comum” e entender que a base da educação de uma nação é o respeito. #RespeiteOsProfissionaisDaEducação

2 comentários em “NOTA DE REPÚDIO À FALA DA CIDADÃ RAYANNE DE PAULA”

  1. Ainda lembrando que não “mamamos “na teta de ninguém pois não fomos contratados diretamente e não temos “rabo preso” com político nenhum,fomos contratados perante uma prova objetiva e prova de títulos,se é que a senhora Rayanne sabe o que significa um processo seletivo ou concurso público!

    Responder

Deixe um comentário