Filiado à

[ARTIGO] A morte comemorada, de forma tão vil, desprezível, inaceitável e desumana 1

O Vereador por Três Lagoas/MS, Sr. Renée Venâncio, não cansa em destilar seu discurso de ódio contra pessoas que pensam diferentemente de si. Reacionário no trato das questões das populações vulneráveis, o Vereador, dessa feita, não apenas praticou seu discurso de ódio, como, também, incentiva com sua conduta a que outros reproduzam esse vil discurso, desarmônico e que só faz polarizar a agressividade na sociedade. Em tese, o Vereador teria praticado a quebra do decoro parlamentar por seu comentário absolutamente indigno ao comemorar o fato de um motorista ter atropelado manifestantes do MST, num protesto pacífico em Campinas, incitando ao ódio de pessoas com pensamento autoritário e desagregador, como o dele.

A morte comemorada, de forma tão vil, desprezível, inaceitável e desumana, fora de um Senhor de 72 (setenta e dois) anos, trabalhador, honesto e totalmente vulnerável, o qual foi atropelado, de maneira covarde, enquanto exercia seu direito subjetivo de manifestação. O motorista, autor de tamanha barbárie, fugiu, sem ao menos prestar socorro, deixando a população presente incrédula, diante o cenário nefasto.

Ocorre que, após trágico acontecimento, o parlamentar supramencionado, tentou justificar o injustificável, usando de uma hermenêutica, totalmente, contraria a Lei Brasileira, afirmando, conforme consta no print em tela, que o assassino agiu em “legitima defesa de seu direito de ir e vir”.

Como já mencionado, a conduta do parlamentar Três-lagoense destoa, complemente, do comportamento ético, humano e cívico que esperamos de um representante popular. O que, em tese, evidencia quebra de decoro parlamentar.


Texto por: Lucas Jr. S. Santos. Aluno do 9° semestre do curso de Direito da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – UFMS.

Deixe um comentário