Filiado à

RESULTADO ELEIÇÕES FETEMS – QUADRIÊNIO 2021/2025

RESULTADO ELEIÇÕES FETEMS – QUADRIÊNIO 2021/2025 1

RESULTADO ELEIÇÕES FETEMS – QUADRIÊNIO 2021/2025

Deliberação n. 002/2021 – Comissão Eleitoral Central

A Comissão Eleitoral central para as eleições da FETEMS – quadriênio 2021/2025, reunida na sede da FETEMS, no dia 17 de maio de 2021, resolve:

  1. Fica homologada a eleição da Chapa 01 – FETEMS FORTE com 8.309 (oito mil, trezentos e nove votos;
  2. Ficam homologadas as candidaturas a vice-presidentes regionais e respectivos suplentes, sendo:

Regional de Amambai – 234 votos;

Regional de Aquidauana – 572 votos;

Regional de Campo Grande – 1.258 votos;

Regional de Corumbá – 182 votos;

Regional de Coxim – 425 votos;

Regional de Dourados – 1.050 votos;

Regional de Fátima do Sul – 382 votos;

Regional de Jardim – 622 votos;

Regional de Naviraí – 417 votos;

Regional de Nova Andradina – 873 votos;

Regional de Paranaíba – 863 votos;

Regional de Ponta Porã – 417 votos;

Regional de Tacuru – 195 votos;

Regional de Três Lagoas – 560 votos.

  1. Serão divulgados no site da FETEMS e publicado em jornal de circulação estadual a presente homologação, com todos os integrantes da chapa eleita e os respectivos vice-presidentes regionais.

Campo grande, 17 de junho de 2021.

SOLANGE FERREIRA LOPES

EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO

A Comissão eleitoral Central homologa e torna pública a eleição da chapa 01 – FETEMS FORTE para a Diretoria Estadual da FETEMS – quadriênio 2021/2025

Campo Grande, 17 de junho de 2021.

CHAPA 01 – FETEMS FORTE

  • Jaime Teixeira
  • Deumeires Batista de Souza Rodrigues de Morais

Secretaria Geral: Ana Maria de Oliveira

Secretaria Adjunta: Fernando Fernandes Rodrigues

Secretaria de Finanças: José Remijo Perecin

Secretaria Adjunta de Finanças: Francisco Tavares da Cunha

Secretaria para Assuntos Jurídicos: Maria Aparecida Diogo

Secretaria de Formação Sindical: Onivan Lima Corrêa

Secretaria de Assuntos Educacionais: Sueli Veiga Mello

Secretaria dos Funcionários Administrativos: Idalina Silva

Secretaria de Comunicação: Ademir Cerri

Secretaria de Administração e Patrimônio: Paulo Cesar Lima

Secretaria de Política Municipal: Ademar Plácido da Rosa

Secretaria de Políticas Sociais: Gilvano Kunzler Bronzoni

Secretaria dos Aposentados e Assuntos Previdenciários: Olinda Conceição da Silva

Secretaria dos Especialistas em Educação e Coordenadores Pedagógicos: Ludemar Solis Azambuja

Secretaria de Relações de Gênero: Maria do Carmo Souza Drumond

Secretaria de Combate ao Racismo: Leuslania Cruz de Matos

Secretaria da Saúde dos Trabalhadores em Educação: Iara Gutierrez Cuellar

Departamento dos Trabalhadores na Educação no Campo: Luiz Carlos Marques Valejo

Departamento de Educação Infantil: Isabel de Lourdes Lopes Souza Borges

Suplentes da chapa:

1º Suplente: Thereza Cristina Ferreira Pedro

2º Suplente: Alziro dos Reis Ferreira

3º Suplente: Eleci Gonçalves Serra Leite

4º Suplente: Diva Soares da Silva Gaia

5º Suplente: Luzenir Severo dos Santos

6º Suplente: Kátia Cilene Gonçalves Marinho Ramos

7º Suplente: Gand Grosskopff

EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO

A Comissão Eleitoral Central homologa e torna pública a eleição para Vice-Presidentes Regionais e seus respectivos suplentes na eleição da Diretoria Estadual da FETEMS, para o quadriênio 2021/2025.

Campo Grande, 17 de junho de 2021.

Regional de Aquidauana

Vice-Presidente Regional: Maria Joaquina da Silva

Suplente: Jeferson de Pádua Melo

Regional de Campo Grande:

Vice-Presidente Regional: Renato Pires de Paula

Suplente: Rosana Aparecida de Carvalho Silva

Regional de Coxim

Vice-Presidente Regional: Mara Núbia dos Santos

Suplente: Mirian Amaral Bonilha Nogueira

Regional de Corumbá

Vice-Presidente Regional: Rosa Maria da Silva

Suplente: Thais Xavier Chalega

Regional de Dourados

Vice-Presidente Regional: Apolinário Candado

Suplente: Ivonei Batista da Silva

Regional de Nova Andradina

Vice-Presidente Regional: Edson Granato

Suplente: Donizetti Soares da Silva

Regional de Naviraí

Vice-Presidente Regional: Márcio Albino

Suplente: Daiana Juriatti

Regional de Três Lagoas

Vice-Presidente Regional: Adriana Paula de Vasconcelos Medeiros

Suplente: Valdenia Aparecida de Almeida

Regional de Ponta Porã

Vice-Presidente Regional: Edivaldo Vieira

Suplente: Joel Aparecido Barbosa

Regional de Amambai

Vice-Presidente Regional: Humberto Vilhalva

Suplente: Valério Lopes

Regional de Tacuru

Vice-Presidente Regional: Elizeu Gomes da Silva

Suplente: Jandir Carlos Dallabrida

Regional de Paranaíba

Vice-Presidente Regional: Ronilson Nogueira Machado

Suplente: Antonio Barbosa da Costa

Regional de Jardim

Vice-Presidente Regional: Odete Mendoza

Suplente: Elder Basso

Regional de Fátima do Sul

Vice-Presidente Regional: Maria do Carmo dos Santos

Suplente: Carlos Alberto Jorge Leite

COMISSÃO ELEITORAL

A ESCOLHA É SUA

A ESCOLHA É SUA 2

Por: Petrônio Filho

Nós, humanos, somos seres dotados de reflexão, ou seja, somos capazes de pensar sobre as nossas atitudes e suas possíveis consequências. Vivemos em um mundo com amplas possibilidades de adquirirmos informações de todos os tipos. Essas duas premissas nos permite diferentes escolhas no caminhar de nossas vidas. 

Todas as religiões, com exceção das correntes radicais, pregam a paz e a busca da igualdade e fraternidade entre os irmãos. O espírito democrático se espalhou pelo mundo após a Revolução Francesa. A evolução humana nos levou a um sentimento de que é necessário que haja justiça social para que diminuam as violências e que a vida comunitária é essencial para nossa sobrevivência. 

Posto isso, perguntamos: – Por que muitas pessoas teimam em agir de forma contrária ao ideal cristão e democrático? Por que existem líderes religiosos e políticos que pregam doutrinas agressivas e preconceituosas se Jesus era contra isso? Por que tantas pessoas acreditam que a violência e o banditismo devem ser combatidos com ações agressivas se os estudos indicam que isso não resolve o problema? Por que estão em uma corrida pelo dinheiro e pelo poder?

Temos nossas escolhas! Elas podem ir à direção de um mundo mais pacífico, mais justo e mais igualitário ou levarmos cada vez mais a um planeta em convulsão. A reflexão nos dá possibilidades de atuarmos em uma direção ou outra. A ganância empresarial e pessoal tem nos levado a uma corrida maluca na busca do tal sucesso pessoal, sem levar em consideração o outro. Muitos acreditam que pelo fato de irem à igreja e rezar, estão salvos! Esquecem o principal: o espírito cristão em sua essência.  

A busca pela paz, pelo fim da pobreza, pela defesa do meio ambiente, do respeito pelas diferenças e pelo amor ao próximo, são necessários para que possamos construir um mundo igual para todos. Para isso, é preciso despimos de preconceitos; que não apoiemos pessoas com ideais contrários aos ideais democráticos; que tenhamos consciência de que não temos como viver em paz em um mundo desigual; que a agressividade trás mais agressividade; que temos que ser solidários e não individualistas.  

Afinal, que mundo queremos? As suas escolhas, as suas atitudes, o seu perfil mental e espiritual é que irão decidir o rumo da sociedade: se é na direção da paz e da igualdade ou se é na direção dos conflitos e das injustiças. Sua escolha é importante!

Professor lança o livro “A presença da Igreja Batista no contexto do desenvolvimento da cidade de Três Lagoas, MT (1920-1940)”

Professor lança o livro “A presença da Igreja Batista no contexto do desenvolvimento da cidade de Três Lagoas, MT (1920-1940)” 3

O Professor Mestre, Ademar Alves da Silva, foi convidado pela editora Dialética para transformar a sua pesquisa de Mestrado em História pela UFGD, de 2009, em formato de livro.

Segundo o autor, o livro “é importante por retratar a história da primeira igreja evangélica fundada na cidade, que iniciou com os Batistas. A igreja é considerada patrimônio histórico do município”. Saiba mais sobre o livro na descrição abaixo.

Descrição:

Este livro trata da implantação, do desenvolvimento e da influência da Igreja Batista na cidade de Três Lagoas, Sul de Mato Grosso, no período de 1920 até 1940. Para contextualizar esse processo específico na sociedade brasileira da época, apresentamos fatos e mentalidades que marcaram a chegada dos primeiros protestantes e dos batistas ao Brasil e ao Mato Grosso, como a perseguição religiosa e a liberdade de culto religioso no país, o protestantismo e os ideais do liberalismo, os batistas perante a luta entre escravagistas e abolicionistas, frente à maçonaria e à dominação das mulheres na sociedade e na congregação religiosa. No âmbito de Três Lagoas, a Igreja Batista acompanha a história do lugar, sendo a primeira igreja protestante do município. Organizada no mesmo ano em que é fundada a cidade, a Igreja Batista se desenvolveu com a cidade, tendo se dado importantes e consolidadoras mudanças nas décadas de 1920 a 1940, tanto na instituição religiosa como na cidade. A influência da Igreja Batista foi marcante nas áreas da educação, saúde e segurança do município.

Sobre o autor:

Ademar Alves da Silva é Mestre em História (UFGD-MS), cursou as disciplinas: Geografia, Trabalho e Meio Ambiente e Dinâmicas Territoriais e a Geografia do Capitalismo, ambas no Doutorado em Geografia pela UFMS-CPTL (https://ppggeografiacptl.ufms.br/), como aluno especial. O referido autor é Especialista em Ensino de História e Geografia e suas Linguagens (UNICESUMAR – PR), Especialista em Ciência das Religiões: Metodologia e Filosofia do Ensino (FIJ – RJ), Especialista em Educação e Gestão Ambiental (UNIVALE – PR). Também tem Licenciatura Plena em Geografia (UNICESUMAR – PR), Pedagogia (UNIGRAN – MS) e em História (UFMS – CPTL). Atualmente é professor da rede pública de ensino. Ou seja, atua como educador nas redes de ensino Municipal e Estadual no Estado de Mato Grosso do Sul. Leciona como professor há mais de 10 anos nas etapas do ensino infantil, fundamental e médio.

Compre o livro pelo link: https://loja.editoradialetica.com/humanidades/a-presenca-da-igreja-batista-no-contexto-do-desenvolvimento-da-cidade-de-tres-lagoas-mt-1920-1940

O SINTED parabeniza o professor Ademar pela grande obra, que contribui para o município de Três Lagoas tanto na Educação, quanto na história.